Música

Samba Nonsense

   Salve Pessoa!

   Samba Nonsense… Músicos instigados, percorrendo caminhos soltos, buscando uma sonoridade ímpar, dialogando com o samba e suas inúmeras vertentes de Jazz, Funk, Soul, Swingueira e Grooves norteados por uma harmonia livre, que vai tomando consistência desforme, desaguando em um manancial de referências, as melhores possíveis diria… Além de melodias inusitadas na voz de Jefferson Placido, conduzindo a sonoridade com sua intuição carioca advinda da Zona Norte com Daniel Carlos Fernandes (Bateria), Brunão Azevedo (Baixo), Vitor Barros (Violão), Bruno Pereira (Efeitos) e Luiz Rodolpho (Cavaco).

Photo: Joana Coimbra

   Samba Nonsense é colagem de timbres, é partido alto, são texturas que nos rementem a uma musicalidade de vanguarda com espírito conectado ao que há de mais novo, em se tratando de promover uma mistura peculiar de ritmos e instrumentos, com o fim de gerar boa música aos nossos cérebros e pés. Música pra dançar e refletir sobre os caminhos da musicalidade que pode nos tocar e nos emocionar de verdade. Não são canções de fácil digestão, mas de um saboroso requinte e simplicidade para aquele paladar atento ao som feito com esmero e alegria de viver. 

    A rapaziada leva seu estandarte para seres dispostos a empunhá-lo e adentrar no bloco, que não está na rua ainda, por mero processo de gestação,   a criança está sendo gerada… Não demora muito pra nascer e dar o seu grito de chegada!

Soul Alma! Samba Nonsense.

Texto : Rogério Melo

   Quer ouvir o som do Samba Nonsense? Ouça a canção Rataria, de Jefferson Placido com participação de Negro Leo e Patricia Ferrer, clicando na imagem abaixo.

   Enjoy e até a próxima

Comment here